Dois mil e catorze

terça-feira, dezembro 30, 2014

Chegou a vez daquele post sobre o meu dois mil e catorze. Quando tento pensar, sequer, no que escrever falham-me as memórias mas, no geral, penso que foi um dos meus melhores anos. 
Dois mil e catorze começou com uma viagem super especial a Valladolid, Espanha que me trouxe momentos, lembranças e sensações novas e inesquecíveis... daquelas capazes de me fazer dizer que só esse momento foi o melhor do ano inteiro. Aliás, os três primeiros meses foram perfeitos e não tem como negar isso. Houveram coisas menos boas mas as boas eram aos tombos e eu nunca vou esquecer de todos os sorrisos, risos e gargalhadas que dei e a principal razão delas. Em Abril, celebrei os meus 24 anos. De forma bem simples e só quem me importa por perto. Fui ao teatro e concluí que gosto muito destes eventos culturais fora dos clichês. Fiz a minha primeira tatuagem. Maio comprei a minha Instax Mini 8 que era um dos meus desejos e, poder comprar as minhas coisas com o meu próprio dinheiro é uma das melhores sensações de sempre. Comprei também o meu telemóvel. Junho, Julho e Agosto mesmo com o meu trabalho e sem férias nesta época, tentei fazer do meu Verão o melhor que pude. Entraram pessoas na minha vida que não mereceram cá continuar e outras, falo da minha família que não mora em Portugal, deixaram saudades. Em Junho criei também o blogue depois de ter abandonado o anterior e, o Une Tulipe Jaune, é incrível e só me tem proporcionado boas experiências em fazer daqui o meu cantinho. A melhor sensação do Verão foi tomar banho de mar. Em Agosto fiz o pedido de reingresso à Universidade e fui aceita; voltando a estudar em Setembro depois de dois anos parada. Não saí muito durante a noite mas, quando saí, foi óptimo. Cinema sempre foi bom. Descobri novas séries em que viciei e revi antigas. Não passei vontade quando quis comprar algo de mim para mim que eu achei que merecia e, mesmo assim, consegui guardar dinheiro suficiente para comprar a minha viagem ao Brasil para o próximo ano. A volta à Universidade surpreendeu-me positivamente. A minha melhor amizade, depois de mais de 16 anos, continua forte. Em Outubro fiz a minha segunda tatuagem. A minha família neste fim de 2014 pareceu reacender a chama da união. Li mais do que esperava ler.

Foi um óptimo ano. Não vou nem sequer pensar e escrever sobre a parte má.

You Might Also Like

10 comentários

  1. Também preparei uma publicação assim, mas só irei publicar no início de 2015.
    Gostei da tua retrospectiva! ♥
    Beijinhos,
    theinsideofvogue.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Que 2015 continue tão bom ou vire ainda melhor :)

    ResponderEliminar
  3. Eu adorava conseguir escrever sobre 2014 mas como tenho memória de formiga nem sequer me lembro do que fiz o mês passado quanto mais ao longo de 2014. Sei que o meu ponto alto foi acabar a licenciatura com uma boa média :D E espero que entres em 2015 com muita felicidade :D

    ResponderEliminar
  4. Espero que o próximo ano seja no mínimo melhor que este querida. Boas passagens*

    ResponderEliminar
  5. fazes bem querida o mais importante são as coisas boas e as coisas boas que retirámos da parte má, espero que 2015 seja também um bom ano querida, ainda melhor para ti :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que 2015 também seja um ano muito bom, repleto de boas coisas, muita alegria e saúde! :D

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Também ouvi falar muito do Erase Paste mas também já ouvi muitas críticas e tenho medo que não se adapte à minha pele oleosa por isso vou comprar este kit e ver como a minha pele reage a este corrector
    Fazes bem eu não pensar na parte má :)
    Beijinhos
    www.walldrawingss.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Que 2015 seja ainda melhor! Bom ano, Catarina! (:

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário e visita ao meu blogue. ❤ Volta sempre.