Diário de viagem - Curitiba, parte 1

domingo, março 22, 2015

No dia 11 de Fevereiro, bem de manhã cedo, as minhas primas deixaram-me no Aeroporto do Galeão para apanhar o meu voo das 8:48 para Curitiba, Paraná. O meu destino final seria Balneário Camboriú em Santa Catarina mas iria ficar um dia e meio em Curitiba para poder conhecer um pouco da cidade.
Se antes eu tivera receio de andar de avião, descobri que os voos domésticos são uma maravilha. Do Rio de Janeiro a Curitiba foram uns 50 minutos de voo e nunca vi passar tão rápido. Achei maravilhoso a ideia de poder me movimentar quilómetros e quilómetros em menos de uma hora. A sensação de tomar o pequeno-almoço num lugar e almoçar em outro distante é poderosa.

Quando desembarquei no aeroporto Afonso Pena em São José dos Pinhais, a Camila já estava à minha espera. Foi bom reencontrá-la e, juntas, apanhamos um "ónibus" que nos levasse ao centro de Curitiba onde estava o hotel que tínhamos reservado para passar uma noite. Ficamos numa cadeia de hóteis chamada Metropolitan Hotel, o nosso era o Bristol e ficava bem situado no centro da cidade, perto dos transportes urbanos que nos podiam levar aos pontos turísticos da cidade. O andar em que estávamos era o 19º e a vista era bonita, provocando-me grandes expectativas para o dia turístico que se avizinhava mas... preciso mesmo de aprender a não criar expectativas para que não me desiluda.

 Assim que fomos à procura, a pé pelo centro e com a ajuda do Google Maps, de um lugar para almoçar, percebi que a cidade de Curitiba é extremamente abafada, envelhecida com os seus edifícios a precisar de reformas, o trânsito também é um caos, existem sinais vermelhos para tudo e mais alguma coisa de 30 em 30 metros (é exagero mas é tipo assim!). Paramos num shopping e, pela primeira vez, decidi experimentar a "comida a quilo" e veio daí outra decepção quando tive que pagar 40 reais por um prato de comida - mas serviu de lição para as próximas vezes! Encheria o prato de salada que é leve, humpf!.
A Camila tinha traçado um plano turístico para o dia no meu caderninho de viagem mas nem o cumprimos totalmente. Até conseguirmos entender os transportes em Curitiba levou um tempo e, no final, acabamos por apenas visitar o Jardim Botânico de Curitiba que era - de todo - o único lugar da cidade que eu queria muito ir.
Depois de estar no do Rio de Janeiro, o Jardim Botânico de Curitiba ficou muito aquém... mas deu para passear e descansar debaixo de sombras de árvores para fugir um pouco do abafado do centro da cidade.


 To be continued...


You Might Also Like

3 comentários

  1. Ai adorei então a foto está demais. Até fiquei com vontade de lá ir (eu, que nunca me senti minimamente interessado pelo Brasil ou a América no geral)

    ResponderEliminar
  2. A imagem é fantástica :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. r: também já apanhei lá algumas promoções ahah :D

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário e visita ao meu blogue. ❤ Volta sempre.