Diário de viagem - Jardim Botânico

quarta-feira, março 18, 2015

Quando oiço falar que "os portugueses roubaram o ouro do Brasil, deixaram-no pobre", percebo que não há nada de mais falso nessa afirmação. Até porque primeiro não se rouba o que é seu (haha, sorry!) e depois não tem como deixar pobre quando se estrutura um país e também lhe deixa riquezas naturais como o caso do Jardim Botânico.

No mesmo dia em que fui visitar o Cristo Redentor, passei pelo Jardim Botânico e foi dos lugares que mais gostei de ir. Se calhar, senti-me em casa já que aquele espaço torna-se bem lusitano por ter sido fundado pelo rei D. João VI.


O Jardim Botânico é um espaço enorme onde se encontram milhares de espécies de árvores, plantas e animais silvestres. Vi de perto o bambu, as vitórias régias, fontes diversas, parques, macaquinhos simpáticos e era uma paz de alma fora do "agito" da cidade do Rio de Janeiro.

Aqui é, também, comum ver grupos de turistas, fotógrafos a fazer "books" com as suas modelos, pessoas a caminhar ou a se exercitar.







A entrada no Jardim Botânico é paga, custa aproximadamente 7 reais (não chega a 3 euros!) e a área é super segura - cheia de policiais - e os guias são muito simpáticos e prestáveis. Este é um dos lugares que eu voltaria sem pensar duas vezes. É óptimo para fugir do sol abrasador, aproveitar a paz da Natureza e fazer um passeio de domingo. Com certeza deve dar até para fazer um piquenique!

You Might Also Like

3 comentários

Obrigada pelo teu comentário e visita ao meu blogue. ❤ Volta sempre.