terça-feira, julho 21, 2015

Existe uma verdade sobre mim: só me entrego se completamente. Não consigo estar confortável, feliz, se não estiver toda eu: de corpo, alma, coração. Posso tentar mas arrependo-me. Não gosto de misturar sentimentos e não consigo dizer "gosto de ti, também" se não o sinto; se o meu coração prefere sangrar isso por outrem. A verdade é que não estou pronta, sequer, para me dar a outro alguém e tenho muito o medo de acabar por magoar quem parece querer-me bem. Ainda estou no meu sonho e presa a um passado, a um momento antigo, ao antes... que ainda me soa a um futuro e me deixa sonhadora. Invisto e insisto naquilo onde o meu coração me leva. Talvez não sejam a melhor direcção e caminhos a tomar mas é onde me sinto mais verdadeira e fiel a mim. Acho que se chegar a hora de "seguir em frente" vai ser porque o meu coração me dirá e fará com que eu sinta isso. Não forço mais. Eu sei onde quero estar. E sei também que não posso estar. E que nem mais desejada sou. Mas não vou, de modo algum, contentar-me com "estar por estar", "seguir por este caminho porque parece o certo". Prefiro me foder mais mil vezes e sair totalmente destruída - e tentar juntar de novo as pecinhas do meu coração partido - do que me agarrar ao desconhecido e sem sentir que quero ali estar; que ali pertenço.

You Might Also Like

2 comentários

Obrigada pelo teu comentário e visita ao meu blogue. ❤ Volta sempre.