O meu cabelo vermelho

domingo, agosto 09, 2015

Em Maio decidi perder o medo e arriscar em pintar o cabelo de vermelho. Era um desejo que tinha há algum tempo mas não conseguia arriscar nem sozinha - tinha medo de comprar uma tinta errada e deixar o meu cabelo com cor de sabe-se lá o quê - e não tinha encontrado um salão de cabeleireiro que me passasse a confiança necessária para poder fazer isso. Mas de uma coisa eu sabia, eu não queria descolorar o meu cabelo por nada desse mundo. O meu cabelo é super fino e passar por uma descoloração total era para matá-lo. 
Em Abril conheci o White Studio - um salão de cabeleireiro unissexo em Braga - e apaixonei-me pela equipa, pelo espaço e pelos resultados do meu corte de cabelo que havia feito na época. Não há nada como ir num salão onde eu diga "Corte 1 dedo" e realmente ser cortado um dedo e não uma mão inteira, hehehe. Bom... Quando conversei a respeito de pintar o cabelo de vermelho, encontrei as respostas às minhas dúvidas e no dia 2 de Maio - sim, eu sou dessas estranhas que lembra as datas de praticamente tudo - pintei.

Tive que pesquisar muito antes de tomar esta decisão porque ele consegue ser lindo e brilhante e cheio de vida até 4 lavagens; após isso... vai perdendo a cor. É difícil investir numa ida a um salão de cabeleireiro para ver o dinheiro pelo ralo abaixo enquanto tomando duche, certo? Então é preciso saber de uma coisa e ter bem a noção disso: cabelo vermelho fica caro. (Mas fica lindo também então releva!)

O meu cabelo estava castanho escuro com umas madeixas acobreadas (que iam ficando amareladas e horrorosas à medida que o tempo passava) que eu tinha feito em Setembro de 2014. Estas já estavam próximas da orelha, ou seja, a minha raiz estava natural e o resto do cabelo meio pintado de castanho com aquelas madeixas. Tinha medo do cabelo ficar manchado ou a tinta vermelha não pegar, então, a primeira coisa que eu pedi para fazer foi: uma madeixa de teste. Este teste numa madeixa de cabelo é só das coisas mais importantes que devem ser feitas. Ela vai servir para testar a cor - se fica manchada, se não pega, como fica o tom - e como o cabelo vai comportar-se com a tinta... se vai ficar seco, quebradiço, elástico, etc..
O meu teste correu bem e então foi aplicado no meu cabelo uma tinta 6.66 junto com um intensificador de vermelho para trazer aquele tom vermelho forte. O certo é que o meu cabelo ficou vermelho, sim... mas não o vermelho que eu queria, que seria mais vivo. Mas o que eu esperava se não queria o cabelo descolorado? Então foi só ter paciência.
Quando precisei de retocar a raiz e refazer a pintura, voltei a aplicar o tom 6.66... mas, na última vez que fui, já em Agosto, subi para um 8.66 e consegui aproximar-me do tom desejado. Aliás, posso muito bem afrmar que é o tom que mais gosto e vou manter. Não sei se vermelho mais garrido iria ficar bem até porque ia "brigar" muito com a minha sobrancelha que, até entretanto, recuso-me a pintar pois eu gosto do contraste da sobrancelha escura com o cabelo. Além disso, eu não estou a tentar parecer ~ruiva natural~. Até porque ninguém nasce com cabelo vermelho puro. A minha intenção é dizer mesmo: pintei de vermelho e adoro!




A foto nunca vai apanhar a cor tal e qual como ela é... 

Cabelo vermelho chama muito a atenção. É raro estar na minha caminhada normal pela rua e não reparar nos olhares das pessoas. Mas está tudo bem, eu gosto mesmo e não me incomoda! Cabelo vermelho arranca muitos elogios e também outras opiniões em que as pessoas deveriam estar era de boca calada, ainda mais quando não são pedidas. A mais comum é "Estragaste o cabelo todo". Não, não estraguei. O meu cabelo nunca esteve tão saudável e tão bem cuidado como agora e... já mencionei que ele está ao cuidado de profissionais da área, certo?!
Adorei ter o meu cabelo natural durante vários anos e adorei cada transformação que fui fazendo nele (menos a vez em que fiz madeixas loiras...) mas estar de cabelo vermelho é definitivamente a que mais gosto, por agora. Não quer dizer, é claro, que amanhã eu me veja ao espelho e tenha a mesma opinião. O que procuro é sentir-me "eu" e o cabelo da cor x ou y contribuí muito para isso; é um acessório, é como escolher uma roupa de manhã para usar durante o dia.

Os cuidados que eu tenho com o meu cabelo não são muito diferentes dos que tinha anteriormente. Lavo-o dia sim, dia não (porque ele é super oleoso), por vezes (!!) uso condicionador e quando vejo que a tinta está a desbotar demais e já não me agrada o tom, uso uma máscara de cor que além de proporcionar hidratação e nutrição ao cabelo reactiva a cor: a minha é a Rojo Grenate da marca Frival e que se encontra à venda nas lojas de produtos para salões de cabeleireiro (em Braga, temos a Brancosmética), custa cerca de 6,00 euros e dá para umas 4 aplicações - e o meu cabelo é comprido! É claro que, se quisesse ter melhores resultados, usaria shampoo e condicionador específico para cabelos vermelhos, fazia máscara hidratante uma vez por semana e ainda cortava as pontinhas a cada 3 meses, hahaha!

Se queres pintar o cabelo de vermelho ou qualquer outra cor, joga-te!
Mais fotos do cabelo no meu instagram.

You Might Also Like

5 comentários

  1. Fui ver ao insta e gosto muito da cor :)

    ResponderEliminar
  2. Adoro :) quem me dera voltar a pintar assim, mas acho que agora nao volto aos vermelhos tão cedo

    ResponderEliminar
  3. Ficou uma cor linda! Até há cerca de 2 semanas tinha uma cor muito idêntica à tua, agora como já tinha as raízes bem à vista, resolvi pintar do meu tom, castanho escuro. Mas tenho uma certeza, se voltar a pintar, vai ser novamente essa cor.

    ResponderEliminar
  4. Sim, planeio ficar por cá :)
    Pontos negativos? Comigo não existiram.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário e visita ao meu blogue. ❤ Volta sempre.